Fotografar o paciente antes e depois dos procedimentos estéticos é a forma mais segura de documentar para futuras comparações. Além de proporcionar segurança ao paciente, é de grande valia para aprendizado profissional. Além desses fatores, a foto também serve como documentação legal.

A padronização das imagens é de extrema importância para servir como comparativo.

Confira as dicas para fazer as fotos do paciente

  • Exposição

Atentar para a coloração da pele do paciente. Peles claras – Diafragma do equipamento mais fechado. Peles escuras – Diafragma do equipamento mais aberto.

  • Fundo

A cor do fundo do ambiente deve ser neutro para não interferir na imagem. A recomendação é de que seja preta ou azul.

  • Rosto

Posicione a câmera fotográfica na vertical. Use um triplé para que as fotos não saiam tremidas. Tire fotos frontal, lateral e diagonal. Para que as fotos sejam padronizadas, o profissional e o paciente devem permanecer na mesma posição durante as fotos. Mantenha sempre a mesma perspectiva, relação versus proporção, luz e condições ambientais. Por fim, não se esqueça da assinatura do paciente no termo de consentimento.

As vezes, os pacientes não gostam dessas fotos, mas é importante mostrar a eles a valia dessa documentação.

728x90

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Somos apaixonados pelo que fazemos e fazemos tudo por amor. Nosso compromisso é apenas com a verdade e com o que acreditamos e defendemos – a enfermagem estética é legítima, um direito e expressão de liberdade do enfermeiro, do enfermeiro esteta, do graduando de enfermagem e, principalmente, de toda a sociedade beneficiada com as informações aqui divulgadas e como caminho de beleza e auto-estima.