Trabalhando há dez anos na enfermagem hospitalar e com gestão do serviço público, o enfermeiro Mario Henrique Machado , que é secretário de saúde de Tarabai – SP contou como resolveu ingressar na estética se especializando por meio de um curso de pós-graduação em enfermagem estética.

“Entrei na área da estética quando passei a vender cosméticos Mary Kay. Senti a necessidade de entender a fundo a estética, toda a fundamentação cosmética que ela tem, para ter uma base científica de atuação”, explica Mario.

Em suas pesquisas na Internet o enfermeiro encontrou as referências da Dra. Ana Carolina Puga e viu todas as conquistas que ela conseguiu para os biomédicos estetas. “Eu a vejo como referência nacional para as outras áreas da saúde e conselhos que querem atuar na estética e decidi fazer minha pós-graduação de estética com o Nepuga” conta Mario.

Segundo ele, a área do enfermeiro generalista está muito saturada no mercado de trabalho e muitos profissionais estão engavetando seus diplomas e fazendo outras atividades.

“Acho que a enfermagem estética vai finalmente colocar o enfermeiro como um profissional liberal. Nós temos uma formação muito institucionalizada de trabalhar sempre dentro de hospitais”, explica.

O profissional também vê o enfermeiro como um dos mais bem preparados para lidar com a estética, pois sua formação é holística.

Ainda na metade de seu curso de pós-graduação, Mario já começou a atender em um consultório que montou com alguns procedimentos como: drenagem redutora de medidas e de celulites, uso de ultrassom e corrente elétrica.

“Mesmo dedicando pouco tempo do meu dia para realizar consultas, tenho obtido maiores ganhos do que trabalhando como enfermeiro. Então essa também é uma área que vai melhorar a situação financeira do enfermeiro”, conta o profissional.

Agora ele espera com ansiedade a resolução do Conselho Federal de Enfermagem que vai especificar quais procedimentos o enfermeiro esteta poderá realizar dentro dessa nova área de atuação para os profissionais.

“Estou confiante que logo a resolução irá sair. Somos mais de dois milhões de enfermeiros, estamos com todos os nossos campos de atuação saturados e precisamos dessa nova especialidade para nos dar autonomia profissional”, finaliza o entrevistado.

^B5107195ABEA9FE521DBC3745EF8A7E2F6F167452B7EBD2DE3^pimgpsh_fullsize_distr

Comente abaixo! Extravase!! Liberte-se!!! Faz bem pra pele e pra alma!!!!

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...
Somos apaixonados pelo que fazemos e fazemos tudo por amor. Nosso compromisso é apenas com a verdade e com o que acreditamos e defendemos – a enfermagem estética é legítima, um direito e expressão de liberdade do enfermeiro, do enfermeiro esteta, do graduando de enfermagem e, principalmente, de toda a sociedade beneficiada com as informações aqui divulgadas e como caminho de beleza e auto-estima.