Sociedade Brasileira de Enfermagem Estética lança site informativo

Essa semana a Sociedade Brasileira de Enfermagem Estética lançou o seu portal informativo. O enfermeiro Anderson da Silva Spinola em sua carta aos enfermeiros, explicou sobre a espera do posicionamento do COFEN (Conselho Federal de Enfermagem) com os ajustes necessários à lei do Exercício Profissional na Enfermagem “já que outras categorias como fisioterapeutas, farmacêuticos e biomédicos […]

Essa semana a Sociedade Brasileira de Enfermagem Estética lançou o seu portal informativo. O enfermeiro Anderson da Silva Spinola em sua carta aos enfermeiros, explicou sobre a espera do posicionamento do COFEN (Conselho Federal de Enfermagem) com os ajustes necessários à lei do Exercício Profissional na Enfermagem “já que outras categorias como fisioterapeutas, farmacêuticos e biomédicos conquistaram seu espaço com o apoio de seus respectivos órgãos fiscalizadores”.

Anderson traçou um panorama de todos os procedimentos que o enfermeiro tem competência para realizar na estética, destrinchados da seguinte forma:

  • Prescrever e aplicar a toxina botulínica em nível intramuscular e subcutâneo;
  • Aplicar preenchedores permanentes e semipermanentes para contornos faciais e corporais;
  • Prescrever e administrar medicamentos magistrais em nível intradérmico, intramuscular, subcutâneo, via oral e via tópica;
  • Aplicar peelings superficiais e médios;
  • Usar equipamentos de laser não-ablativos, ultrassom e rádio frequência de várias amplitudes de onda;
  • Remoção de tatuagens, manchas senis, efélides (sardas) com o uso de lasers, eletrocautérios ultrassônicos e cosméticos;
  • Aplicar anestésico injetável local ou tópico para incisões e procedimentos superficiais;
  • Introduzir microcânulas no tecido subcutâneo para facilitar outros procedimentos;
  • Aplicar fios de sustentação facial e corporal;
  • Realizar subscisões terapêuticas;
  • Realizar procedimento estético injetável em microvasos não cirúrgico;
  • Prescrever oligoelementos e praticar a terapia ortomolecular e modulação hormonal com o uso de receituários;
  • Praticar a terapia capilar estética;
  • Praticar a indução percutânea de colágeno através da dermopuntura ou do microagulhamento com equipamentos de até 3mm de profundiade;
  • Praticar a acupuntura sistêmica e estética;
  • Praticar a maquiagem definitiva e o alongamento de cílios e pelos faciais;
  • Praticar a micropigmentação paramédica para disfarce de cicatrizes acidentais, cirúrgicas e reconstrução do complexo aréolo-mamilar;
  • Prescrever substâncias que julgar necessárias para a recuperação das lesões de pele e imperfeições inestéticas;

O site da SBEE ainda traz todas as informações para o enfermeiro que quiser se associar. Para o enfermeiro que está almejando atuar na estética vale a pena conferir  o material disponibilizado na página clicando aqui.

CBEE vai realizar seu primeiro congresso em outubro

Vale ressaltar que o 1º Congresso Brasileiro de Enfermagem Estética acontece entre os dias 14 e 15 de outubro em São Paulo. O evento é uma parceria com a Sociedade Brasileira de Biomedicina Estética – SBBME e vai tratar dos avanços da estética associado ao Envelhecimento Saudável.

As últimas vagas estão abertas para inscrição. Além das palestras, os congressistas poderão se inscrever para minicursos nos dias 13 e 16 de outubro, antes e depois do congresso. Até o dia 7 de setembro os participantes que se inscreverem terão 50% de desconto nos minicursos.

banner-horizontal-cbee-1

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2013-2021. Portal da Enfermagem Estética.