Clínica estética: 3 coisas que você precisa saber para abrir a sua

O campo da saúde estética está animador para quem atua ou pensa em investir na área. Assim, separamos três dicas para abrir sua clínica estética.
Clínica estética

É início de ano e é muito comum que você queira colocar suas resoluções e promessas de ano novo em prática. Começar na academia, melhorar a alimentação, ler mais livros… E em alguns casos, abrir seu próprio negócio e se tornar um empreendedor. Você pode ser uma dessas pessoas que sonha em abrir sua própria clínica estética e nós compreendemos o desejo.

Alguns dados levantados pela ABIHPEC – Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos mostram o crescimento de 567% do mercado estético no Brasil entre os anos de 2014 a 2019.

Ainda de acordo com os dados, no que diz respeito ao ramo de franquias, o segmento da Saúde, Beleza e Bem-Estar faturou R $34,2 bilhões no ano de 2019.

Outro levantamento, desta vez apresentado pela ISAPS – Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética, mostra que nos últimos dois anos a procura por técnicas menos invasivas e complexas aumentou aproximadamente 50% no país, passando a ser tendência na área estética.

Os números apresentam um cenário bastante animador para quem trabalha ou pensa em empreender no campo da Saúde Estética. Por isso, para te ajudar a alcançar seu objetivo, separamos aqui três coisas que você precisa saber para se tornar o dono de uma clínica estética.

Quais são os procedimentos mais procurados em uma clínica estética?

O primeiro passo para alcançar o sucesso da sua clínica estética é descobrir quais são os procedimentos estéticos mais solicitados para que possa acrescentá-los em seu catálogo de tratamentos. Assim, quando seus pacientes se interessarem pela aplicação de toxina botulínica no rosto, por exemplo, você oferece esse procedimento em sua clínica.

Neste artigo, separamos cinco procedimentos que são bastante populares entre os pacientes estéticos:

Carboxiterapia

A carboxiterapia consiste, basicamente, na aplicação de gás carbônico medicinal em determinadas áreas sob a pele com o intuito de diminuir celulites e estrias. O tratamento dilata os vasos sanguíneos e estimula a formação de novos vasos, o que possibilita a melhor irrigação do sangue nos tecidos, de modo a deixar pernas e glúteos com uma aparência mais “lisinha”.

Microagulhamento

O microagulhamento (ou dermaroller, se preferir) é um dos procedimentos mais procurados em consultórios e clínicas estéticas. Ela ajuda a amenizar os efeitos do envelhecimento e até reduzir as cicatrizes. O procedimento é minimamente invasivo e realizado por meio do aparelho dermaroller, que perfura a pele com microagulhas para, então, estimular a formação de colágeno e promover a regeneração e a firmeza da pele.

Hidrolipoclasia

O procedimento de hidrolipoclasia é realizado inicialmente com a aplicação de uma solução hipotônica (uma mistura de soro com outras substâncias) diretamente nas células de gordura presentes na região que desejam tratar. Em seguida, é realizada uma sessão de ultrassom no local, a vibração mecânica do aparelho agita e quebra as células de gordura, sendo drenadas pelo organismo e evacuadas junto com os excrementos.

Peelings mecânicos, químicos e enzimáticos

Os procedimentos de peeling podem ter diversos objetivos, que variam desde amenizar marcas de Melasma, acne, estimular a produção de colágeno para combater rugas e renovação celular da pele.

Além disso, existem diferentes tipos de peeling: o mecânico, que é realizado através da ação mecânica; o químico, que é realizado com o uso de ácidos na pele; e o enzimático, que é realizado à base de enzimas, um método considerado menos agressivo que os ácidos.

Harmonização Facial

A harmonização facial tornou-se o procedimento mais procurado pelas pessoas. Em resumo, o tratamento é uma combinação de preenchimento com ácido hialurônico e toxina botulínica e visa trazer simetria ao rosto dos pacientes.

Quais equipamentos você vai precisar?

Uma vez definidos os procedimentos que serão oferecidos na clínica, o próximo passo é a seleção dos equipamentos necessários para garantir tanto os melhores resultados, bem como o conforto dos pacientes.

Por exemplo, para o procedimento de:

  •  Carboxiterapia: é necessária a aquisição de um aparelho de carboxiterapia;
  •  Microagulhamento: é necessária a aquisição de um Dermaroller ou Dermapen;
  •  Hidrolipoclasia: é necessária a aquisição de um aparelho de ultrassom;
  • Peeling mecânico: é necessária a aquisição de um peeling cristal e diamante;
  • Peeling químico: é necessária a aquisição de ácidos manipulados em farmácias especializadas;
  • Harmonização facial: é necessária a aquisição de preenchedores como ácido hialurônico, bioestimuladores de colágeno e aplicação da toxina botulínica.

Cabe a você, como proprietário do local, decidir qual a melhor opção para o seu estabelecimento: o aluguel ou a compra dos equipamentos.

Para um profissional que ainda está começando, a locação dos equipamentos é a melhor opção, visto que desembolsar um valor alto logo de cara não é fácil. Além disso, a o custo de manutenção e a constante atualização dessa tecnologia também são motivos para optar pelo aluguel do maquinário.

Contudo, é importante lembrar que o profissional precisa ser habilitado por seu conselho de classe em estética para poder locar e o local precisa dos alvarás necessários para poder inaugurar e exercer suas atividades sem problemas.

Qual a qualificação para utilizá-los?

Parece óbvio, mas vamos lá… Para atuar em uma clínica estética e poder manusear os equipamentos que serão utilizados em um ou outro procedimento é preciso ter uma capacitação.

Para ter essa capacitação, o indivíduo precisa ter cursado uma pós-graduação em Biomedicina Estética, Enfermagem Estética, Farmácia Estética ou até mesmo Odontologia Estética. Além disso, as disciplinas obrigatórias de uma pós-graduação que capacitam um profissional esteta variam de acordo com as resoluções disponíveis no Conselho Regional de cada área.

Depois dessas dicas sobre como abrir o seu negócio de estética, você acha que está preparado para correr atrás do que realmente deseja e se tornar seu próprio chefe? Caso já tenha uma clínica estética, conta aqui nos comentários como foi o início da sua trajetória para incentivar e inspirar outros profissionais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2010-. Portal da Enfermagem Estética.