Sete meses após o crime, o Dr. Bumbum está em rede nacional novamente. Dessa vez, em um documentário do SBT intitulado “Morte na Estética”.

Conhecido em todo território nacional como Dr. Bumbum, e agora também como “assassino”, o médico Denis Furtado, acusado de matar a bancária Lilian Calixto, foi entrevistado por Roberto Cabrini na edição desta segunda-feira (18-02) do Conexão Repórter.

Respondendo ao processo em liberdade, mesmo após todos os indícios de falha no procedimento que ceifou a vida de uma mulher linda e feliz, Denis pareceu bem confortável ao receber o entrevistador na mesma cobertura em que atendeu Lilian naquele sábado triste.

Durante a entrevista, que durou mais de uma hora, Cabrini se apegou a muitos detalhes do procedimento, encurralou o médico em vários momentos e conseguiu respostas controversas.

Por dentro da entrevista

Todo o percurso da entrevista contou com questionamentos polêmicos e com respostas ainda mais comprometedoras. Em um dos relatos, o Dr. Bumbum contestou que a quantidade de Polimetilmetacrilato (PMMA) utilizada seja um dos fatores causadores do óbito de Lilian.

Pois bem, ele afirmou que a mulher poderia ter sofrido o infarto em qualquer momento do seu dia, pois já tinha uma “lesão”. Nas palavras dele:

“Eu estou baseado em fatos, laudos de que Lilian Calixto, se não tivesse infartado aqui, poderia ser já no avião, dormindo em casa, academia, porque ela já tinha uma lesão. Ninguém infarta da noite para o dia”

O médico ainda teve a capacidade de falar que o PMMA não oferece riscos. Ele SÓ contrariou tudo o que estabelece a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e a Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Ou seja, nem os próprios médicos seguem as indicações de seus defensores. Como é possível dar credibilidade para organizações como essas? É uma bagunça!

Outro questionamento que levantou suspeita foi a regularização do local em que o procedimento foi feito. Ele reluta e usa diversos argumentos antes de afirmar que o local não possuía alvará.

“Vamos aqui definir… legalização… um alvará na parede? Não!”

“Um alvará é um documento meramente administrativo”

Sim, essas foram as desculpas usadas para tentar enganar todos que assistiam ao programa.

Médico sem especialização

Para atuar como cirurgião plástico, como fazia o Dr. Bumbum, a residência é obrigatória. São dois anos trabalhando como cirurgião geral e mais três anos fazendo apenas plástica.

Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), Dr. Bumbum não é especialista e realizava os procedimentos em local inadequado, como o que supostamente matou Lilian Calixto.

No documentário o Dr. Bumbum não se mostra nem um pouco abalado ao afirmar que não fez residência e ainda diminui a importância de uma especialização.

Cabrini questiona: “É uma falha importante, não é?”, mas Denis não vê problema nisso:

“Não é. O médico quando se forma ‘médico’ ele pode atuar, segundo o Conselho Federal de Medicina, ele pode atuar nas mais simples e nas mais complexas [situações]”.

Confira a entrevista na íntegra

 

Nos dias de hoje, com toda a popularidade nas redes sociais, muitas pessoas se passam por especialistas, ou no caso do Denis, ganham este status.

Por isso, indicamos que, mesmo vendo online o conteúdo do profissional que escolheu para algum procedimento estético, analise cada detalhe. Pesquise, procure recomendações e se não há nenhum vestígio de cilada.

Afinal, muitos especialistas usam as redes para divulgar seus trabalhos e não devem ser prejudicados por meia dúzia de “ovos podres”.

Cúmplices tentavam enganar com profissionais falsas

De acordo com relatos, durante o procedimento no apartamento estavam Denis, a mãe do médico, Maria de Fátima Barros, que tem o CRM cassado no Rio de Janeiro e a namorada do médico, Renata Fernandes.

O mais engraçado nisso tudo é a presença da namorada. Informações mostram que ela iniciou os estudos para Técnica em Enfermagem, mas parou.

Ou seja, também não estava nem aí se fosse atuar na área. Pelo jeito Denis era um ótimo exemplo em casa.

Um caso como este é de realmente se revoltar. Perante a todas as evidências e com informações tão precisas, o acusado está em liberdade.

Denis continua ativo em suas redes sociais, falando o que bem quer, tirando lindas fotos, acusando e disparando contra quem fala mal dele e até mesmo dizendo coisas contra o Conselho Federal de Medicina que, por sua vez, não está fazendo nada a respeito.

É claro, a classe médica prefere se preocupar com coisas que estão fora do alcance dela.

Ao invés de investigar a fundo casos como o do Dr. Bumbum e de tantos outros médicos, o conselho está criando novas liminares para proibir a atuação de outros profissionais.

Nós do blog torcemos para que a justiça seja feita e que o responsável pague pelo crime que tirou a vida da linda Lilian Calixto.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Somos apaixonados pelo que fazemos e fazemos tudo por amor. Nosso compromisso é apenas com a verdade e com o que acreditamos e defendemos – a biomedicina estética é legítima, um direito do biomédico, do biomédico esteta, do graduando em biomedicina e, principalmente, de toda a sociedade beneficiada com as informações aqui divulgadas e como caminho de beleza e elevação da auto-estima.