Enfermeira Esteta vê Saúde Estética como ótima alternativa para mudar de vida

A chegada na Enfermagem Estética geralmente é cercada de desejos em empreender, mudar de vida e conquistar a tão sonhada autonomia profissional. Afinal, quando se é enfermeiro, não há muitas opções de carreira que te possibilitem ter seu próprio negócio. Outro impulso em comum dos profissionais que escolhem a enfermagem é o prazer em cuidar […]
enfermeira esteta

A chegada na Enfermagem Estética geralmente é cercada de desejos em empreender, mudar de vida e conquistar a tão sonhada autonomia profissional. Afinal, quando se é enfermeiro, não há muitas opções de carreira que te possibilitem ter seu próprio negócio.

Outro impulso em comum dos profissionais que escolhem a enfermagem é o prazer em cuidar de outras pessoas e proporcionar bem-estar para elas. A Dra. Camille Benatti Mendes escolheu a graduação por este motivo. 

“Eu fui pelo desejo de cuidar do outro. Me perguntavam ‘por que não medicina?’, eu vejo que medicina tem uma visão diferente, é mais diagnóstico. E a minha intenção era cuidar das pessoas e estar mais juntas”, conta a Dra.

A enfermeira esteta se formou em Porto Alegre-RS e logo depois se mudou para São Paulo. Na capital paulista ela fez um concurso público e conseguiu seu primeiro emprego na área. Conheça um pouco a trajetória da Dra. Camille neste Case de Sucesso e entenda como ela chegou a Enfermagem Estética

Enfermeira Esteta: amor em cuidar

Após passar no concurso público, a Dra. Camille atuou durante 10 anos na assistência em centros de parto. “Me apaixonei pela área de maternidade e por lá eu fiquei durante todo esse período”, conta. 

Atualmente, a enfermeira esteta trabalha ainda no setor público, mas agora em outro setor: na vigilância sanitária. Um trabalho bem diferente do que ela fazia, porém neste sua carga horária é amena, com 30 horas semanais. Entretanto, ainda faz plantões aos finais de semana. 

Esse é um dos motivos que a fez buscar por uma mudança de vida e começar a pesquisar novas áreas para se especializar e atuar. Resgatando aquele amor por cuidar das pessoas, ter um contato mais humano e promover bem-estar, ela encontrou fez um curso de acupuntura. 

“Sempre gostei da parte integrativa da área da saúde, então encontrei comecei a estudar acupuntura e, durante o curso, vi sobre a prática aplicada à estética. Gostei dessa área a partir daí”, comenta a Dra. 

Anseios através da Enfermagem Estética

Enquanto cursava acupuntura, se apaixonava cada vez mais pela área da Saúde Estética. E foi neste momento que ela sentiu que falta algo a mais, precisava se aprofundar mais nesse conteúdo. 

“Então comecei a pesquisar e encontrei o Nepuga e vi que era aquilo que eu queria. Vi mais sobre o assunto, a grade, os conteúdos e acabei me matriculando na pós em Enfermagem Estética”, conta. 

Atualmente, a enfermeira esteta trabalha na vigilância sanitária do Estado, porém pretende trabalhar só com a Estética futuramente. “Primeiramente, eu preciso me formar, ter minha habilitação e depois conciliar meu trabalho atual com os atendimentos”, explica. 

Como ela tem duas crianças pequenas, ela busca ajustar seus horários para ficar com seus filhos. De semana, como trabalha por meio período, consegue cuidar dos seus filhos, mas aos finais de semana, como são plantões, ela precisa de alguém para supervisioná-los. 

“Por enquanto é correria, trabalho todos os dias da semana, nos sábados, quando tenho folga, estou aqui estudando, então é uma correria. Mas espero que futuramente eu inverta esse jogo.”

A enfermeira esteta conta que viu uma oportunidade de além de ter um melhor retorno financeiro, ela também encontrará uma carga horária mais reduzida e ainda ganhando até mais que atualmente. 

Além disso, ela afirma que a Enfermagem Estética é realmente uma saída e uma ótima alternativa para os enfermeiros. Principalmente para aqueles que querem enxergar além da doença, identificarem uma parte com cuidados integrativos e embelezamento.

“Eu espero ter uma melhor qualidade de vida, trabalhar com o que amo e obter um bom retorno financeiro. Eu estou amando, já gostava muito de cuidar da saúde da mulher quando estava na maternidade e estou gostando muito mais agora”, conclui a Enfermeira Esteta. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2010-. Portal da Enfermagem Estética.