Idade biológica x Idade cronológica: Descubra a diferença

O corpo humano tem duas idades diferentes: a idade biológica e a idade cronológica. Se você quer saber qual é a sua idade verdadeira, não olhe o calendário. Ele mostra qual é a sua idade cronológica, mas o número pode estar longe de ser a definição real de quem você é. O tempo cronológico é […]

O corpo humano tem duas idades diferentes: a idade biológica e a idade cronológica. Se você quer saber qual é a sua idade verdadeira, não olhe o calendário. Ele mostra qual é a sua idade cronológica, mas o número pode estar longe de ser a definição real de quem você é. O tempo cronológico é capaz de mostrar por quanto tempo você habita a Terra, desde o dia do seu nascimento. No entanto, como um índice de envelhecimento, ele pode falhar. A idade cronológica se refere ao tempo real de um ser humano, enquanto a idade biológica refere-se a quantos anos parece que a pessoa tem.

A definição de idade cronológica está inserida na nossa realidade. Basta olhar uma notícia de jornal se referindo a uma pessoa e certamente a idade dela virá após o nome. Ainda avaliamos a maturidade de uma pessoa de acordo com os anos que ela diz, e quantas vezes não paramos para dizer: “Nossa, mas você não aparenta sua idade”.

Sua idade biológica funcional é a idade do sistema do seu corpo. Dada a enorme complexidade das diversas partes que interagem na nossa composição e fisiologia, não é uma “idade” simples de calcular. De início, é útil termos em mãos alguns dados, como: pressão arterial, potência cardiorrespiratória, níveis de glicose e de lipídios no sangue, rugas na pele, etc. Se exercitar regularmente, por exemplo, pode fazer com que você reduza a perda das funções fisiológicas fundamentais em até 50%, como capacidade aeróbica, força muscular e do sistema imunológico.

A quantidade e qualidade da massa óssea é um bom parâmetro para avaliar a idade biológica. Sabe-se que pessoas que fazem exercícios de resistência perdem menos massa óssea comparado às sedentárias. Com um exame específico é possível avaliar se você está perdendo ou conseguindo mantê-la. A capacidade dos rins em filtrar as toxinas e do intestino em manter seu funcionamento regular são outros parâmetros que fazem parte da avaliação da idade corporal. Cigarro (todos os tipos), bebida alcoólica, sono inadequado, ingestão em excesso de gorduras hidrogenadas e saturadas, alto consumo de açúcar e sedentarismo são todos fatores que contribuem para reduzir a idade biológica – e a real. Manter um estilo de vida saudável, entretanto, pode mostrar uma idade biológica de cinco a 10 anos mais jovem do que sua idade cronológica.

A idade psicológica pode ser encaixada dentro da idade biológica. Isso porque engloba o funcionamento cognitivo (habilidades da memória, aprendizado e de lidar com o emocional) e, conforme as pessoas envelhecem, essa função pode ficar defasada ou não. Dificuldade com alguns aspectos da memória podem aparecer em qualquer um, mas para manter a idade psicológica jovem é preciso vence-los. Por outro lado, a capacidade das pessoas em lidar com as emoções negativas melhora à medida que envelhecem. Ou seja, em se tratando de idade emocional, ficar mais velho pode significar benefícios.

A idade biológica pode ser maior que a cronológica?

Sim, isso pode acontecer. Algumas pessoas mantêm um estilo de vida pouco saudável e os sinais de envelhecimento começam a aparecer mais cedo, como perda de memória, rugas, perda de elasticidade e brilho da pele, ganho de peso, falta de energia, diminuição da libido, insônia, etc.

Então, como “parar” o envelhecimento, voltar no tempo ou diminuir a idade biológica? A verdade é que todos nós queremos parecer jovem por mais tempo. As decisões e escolhas para a saúde interior e exterior são bastante cruciais. Sua idade biológica vai se manter boa ou diminuir, se você:

  • Adicionar mais frutas e vegetais na sua dieta;
  • Evitar alimentos processados, fritos e gordurosos;
  • Beba 8 a 10 copos de água por dia;
  • Se necessário, conhecer mais sobre procedimentos estéticos para suavizar a aparência envelhecida da pele;
  • Se exercitar;
  • Desintoxicar (reduzir o nível de toxinas em seu corpo);
  • Eliminar o cigarro;
  • Reduzir a ingestão de álcool;
  • Controlar os seus níveis de estresse
  • Monitorar sua pressão arterial regularmente;
  • Dormir bem, todos os dias.

Testes de idade biológica, sem dúvida, são uma grande ferramenta no protocolo da saúde preventiva. Com os resultados, é possível identificar o que é necessário mudar. Para quem trabalha na área da estética, estão disponíveis cursos (Botox, Toxina botulínica e preenchimento; Peelings químicos, biológicos e físicos; Microagulhamento) e pós-graduações (Enfermagem dermatológica; Saúde Estética; entre outras) que auxiliam na prevenção do envelhecimento. Com esta formação, o profissional é capaz de fazer com que todos se sintam melhor e mais jovem!

Você já sabe qual é a sua idade verdadeira? Conte para gente nos comentários!

       

Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2013-2021. Portal da Enfermagem Estética.