Sergio Brito, mais conhecido como Dr. Brito, atuava em Macapá-AP sem registro profissional no CRM e alvará de funcionamento da clínica de estética

Estamos acompanhando diariamente o surgimento de novas notícias envolvendo erros estéticos que ganharam repercussão em todo o Brasil. Parece mágica, basta piscarmos que novos casos de erros estéticos realizados por médicos surgem nas mídias. Desta vez, um médico do Amapá foi indiciado por crime corporal grave e a clínica de estética, na qual é dono, não possui alvará de funcionamento.

Cerca de 4 inquéritos em diferentes delegacias de Macapá, apuram casos de erros estéticos envolvendo o médico, conhecido como Dr. Sérgio Britto.

Veja o vídeo da reportagem:

Médico não tem permissão para atuar

O Conselho Regional de Medicina no Amapá (CRM-AP) confirma que o médico Sérgio Brito não possui registro de especialidade em cirurgia plástica, não possuindo autorização para tal procedimento. A Clínica Doutor Brito também não possui registro no CRM e nem alvará de funcionamento para a realização de cirurgias.

  • Médico Sem Registro No CRM

    Médico irregular no CRM-AP

  • Clínica Ilegal   Médico Do Amapá

    Clínica sem alvará de funcionamento

    Além disso, ao realizarmos busca no CRM-AP, para confirmar o que a reportagem alega, e identificamos o status do médico inativado, ou seja, perante ao conselho ele não está ativo e então, não possui autorização para exercer.

    médico-inativo-crm

    Pouquíssimos médicos perderam o registro diante de inúmeras mortes e erros médicos

    Agora, as máscaras estão caindo e com isso os maus profissionais que “brincam” com a vida de pessoas inocentes, estão surgindo mais que “chuchu na cerca”. E, em outros casos, esses falsos médicos não possuem nem autorização para atuar.

    Casos gravíssimos foram registrados contra esse tal de Dr. Brito, será que está faltando um pouco mais de zelo por parte dos conselhos em impedir que profissionais despreparados, e tão pouco sem permissão, atuem na área?

    Por que os médicos corporativistas não fiscalizam seus colegas irresponsáveis ao invés de ficar cuidando da vida dos outros? Por que não vão fazer campanhas para conscientizar a população sobre os riscos e perigos dos procedimentos que eles realizam ao invés de querer colocar em dúvida o exercício dos profissionais estetas.

    Por diversas vezes, os semideuses médicos buscam boicotar os procedimentos estéticos dos profissionais da saúde estética, tais como: enfermeiros, biomédicos, farmacêuticos e dentistas, sempre priorizando a reserva de mercado. Mas, são eles que matam incrivelmente mais que acidente de trânsito. Isso é justo?

    Todos os dias um caso novo, uma morte nova, sequelas deixadas pós procedimentos estéticos e querem saber mais? A maioria dos procedimentos estéticos errados, são nas mãos dos médicos que alegam ser capacitados para realizar tal função.

    Me poupe, Se poupe, Nos poupe!

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here

    Somos apaixonados pelo que fazemos e fazemos tudo por amor. Nosso compromisso é apenas com a verdade e com o que acreditamos e defendemos – a biomedicina estética é legítima, um direito do biomédico, do biomédico esteta, do graduando em biomedicina e, principalmente, de toda a sociedade beneficiada com as informações aqui divulgadas e como caminho de beleza e elevação da auto-estima.