Os probióticos podem fazer mais do que melhorar sua saúde intestinal. Eles também podem melhorar indiretamente seu cérebro.

A pesquisa mostra que o intestino e o cérebro estão conectados, uma parceria chamada eixo do cérebro do intestino.

Os dois estão ligados por meio de sinalização bioquímica entre o sistema nervoso do trato digestivo, chamado sistema nervoso entérico, e o sistema nervoso central, que inclui o cérebro. A principal conexão de informação entre o cérebro e o intestino é o nervo vago, conhecido como o nervo mais longo do corpo.

O intestino tem sido chamado de “segundo cérebro” porque produz muitos dos mesmos neurotransmissores que o cérebro, como a serotonina, a dopamina e o ácido gama-aminobutírico, que desempenham um papel fundamental na regulação do humor.

De fato, estima-se que 90% da serotonina seja produzida no trato digestivo.

Os efeitos da relação entre intestino e cérebro

O que afeta o intestino geralmente afeta o cérebro e vice-versa. Quando seu cérebro sente problemas – a resposta de lutar ou fugir – envia sinais de alerta para o intestino, e é por isso que os eventos estressantes podem causar problemas digestivos como um estômago nervoso ou aborrecido.

Por outro lado, explosões de problemas gastrointestinais como síndrome do intestino irritável (SII), doença de Crohn ou constipação crônica podem desencadear ansiedade ou depressão.

O eixo cérebro-intestino também funciona de outras formas.

Por exemplo, seu intestino ajuda a regular o apetite, dizendo ao cérebro quando é hora de parar de comer. Cerca de 20 minutos depois de comer, os micróbios do intestino produzem proteínas que podem suprimir o apetite, o que coincide com o tempo que muitas vezes leva as pessoas a começar a se sentirem satisfeitas.

 Mas como os probióticos agem?

Algumas pesquisas descobriram que os probióticos podem ajudar a melhorar o humor e a função cognitiva e diminuir o estresse e a ansiedade.

Por exemplo, um estudo publicado em novembro de 2016 pela Frontiers in Aging Neuroscience descobriu que pacientes com Alzheimer que tomaram leite feito com quatro espécies de bactérias probióticas durante 12 semanas tiveram melhor pontuação em um teste para medir o comprometimento cognitivo em comparação com aqueles que bebiam leite comum.

Um pequeno estudo de 2013, relatado na revista Gastroenterology, descobriu que as mulheres que comiam iogurte com uma mistura de probióticos, duas vezes por dia durante quatro semanas, eram mais calmas quando expostas a imagens de rostos irritados e assustados em comparação com um grupo controle.

Os pesquisadores também descobriram que o grupo de iogurte tinha menor atividade na ínsula, a área do cérebro que processa sensações internas do corpo, como os que emanam do intestino.

Resultados ainda são estudados

É muito cedo para determinar o papel exato que os probióticos desempenham no eixo do intestino-cérebro, uma vez que esta pesquisa ainda está em andamento.

Os probióticos podem não apenas apoiar um intestino mais saudável, mas também um cérebro mais saudável.

Alimentos de alta performance na pós-graduação

A Enfermagem Integrativa é a oportunidade de melhorar potencialmente a qualidade de vida dos pacientes para que vivam mais de uma maneira saudável.

Aproveitar o conhecimento de profissionais da saúde de áreas diferentes, irá ampliar sua visão a respeito dessa técnica.

Na pós-graduação em Enfermagem Integrativa, você vai elevar o nível de conhecimento, entendendo mais sobre alimentos funcionais, de alta performance e que fará toda a diferença na vida de seus clientes.

A transformação vai além do que se vê, com as práticas integrativas, o tratamento acontece de dentro para você.

Só assim você consegue ter a sua própria visão de mundo e linhas de atuação.

Com isso você consegue desenvolver seus próprios protocolos, e com a contribuição de outros profissionais da saúde, você consegue incrementar os seus protocolos de tratamentos, técnicas de aplicação, combinações de procedimentos e estratégias de como evoluir no mercado de trabalho.

Você, enfermeiro ou enfermeiro esteta, já pode atuar com terapeuta integrativo a partir da especialização.

É isso mesmo, além da área se ruma novidade em nosso país, o profissional que se antecipar, trabalhar em seus protocolos e se especializar, tem grandes oportunidades pela frente.

Nossa dica é que você procure hoje mesmo uma pós-graduação que lhe dê todo o suporte necessário para se firmar como um grande especialista.

Não perca mais tempo, invista hoje mesmo na sua dos seus pacientes. Clique no banner e saiba mais sobre a Enfermagem Integrativa.

BANNER PÓS GRADUAÇÃO PRÁTICAS INTEGRATIVAS E LONGEVIDADE SAUDÁVEL

Deixe aqui seu Comentário

2 COMENTÁRIOS

Comente abaixo! Extravase!! Liberte-se!!! Faz bem pra pele e pra alma!!!!

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...
Somos apaixonados pelo que fazemos e fazemos tudo por amor. Nosso compromisso é apenas com a verdade e com o que acreditamos e defendemos – a biomedicina estética é legítima, um direito do biomédico, do biomédico esteta, do graduando em biomedicina e, principalmente, de toda a sociedade beneficiada com as informações aqui divulgadas e como caminho de beleza e elevação da auto-estima.

Deixe aqui seu Comentário