O I Simpósio de Enfermagem Estética realizado nesta quarta-feira (15) pela Sociedade Brasileira de Enfermagem Estética na sede do Cofen (Conselho Federal de Enfermagem) em Brasília reuniu cerca de 200 profissionais para discutir e debater sobre procedimentos e a importância do enfermeiro nesta promissora área de atuação.

Durante a abertura do evento, o presidente da SBEE Anderson da Silva Spinola e os demais palestrantes ressaltaram a necessidade do cuidado que os enfermeiros precisam ter quando utilizam equipamentos para determinados tratamentos. Também foi discutida a importância dos profissionais estarem atentos às intercorrências que podem dar errado nos procedimentos, pois os erros na área da saúde são passíveis de punição que podem prejudicar o profissional da enfermagem.

Os profissionais aproveitaram a oportunidade para discutir sobre uma boa capacitação na estética e discorreram sobre a necessidade de uma legislação que permita que a especialidade Enfermagem Estética seja registrada, além de todo o apoio que uma lei trará para resguardar o profissional em relação a todos os procedimentos que os enfermeiros forem realizar.

Hoje nós encontramos poucos artigos científicos produzidos por enfermeiros na área da estética. Queremos mudar essa realidade. O parecer que temos hoje, 197/2014 já nos permite fazer determinadas coisas na área da estética e diz que respondemos por esses procedimentos. Precisamos agora lutar para que saia a complementação desse parecer, argumentou Anderson.

Prerrogativas da SBEE
O presidente da SBEE apresentou as prerrogativas do órgão aos demais profissionais, entre as principais destacamos os seguintes pontos abordados:

Requerer respaldo legal para a enfermagem estética, assim como outras categorias já possuem.Uma lista de procedimentos até onde podemos ir. A autorização para prescrevermos fármacos ambulatoriais que utilizamos em nossa rotina de tratamentos aos pacientes. Não podemos privar o paciente de uma orientação mais acertada. Não queremos prescrever tudo, só alguns medicamentos, que hoje inclusive são vendidos sem receita, mas que nós podemos orientar melhor a forma correta de usar, explica.

Queremos poder prescrever e utilizar a Toxina Botulínica A para paralisação muscular. Queremos também respaldo legal para realizar procedimentos de Microvasos. O enfermeiro tem capacidade de aprender as técnicas do preenchimento facial e fios absorvíveis. Nossa expectativa é desde já nos capacitarmos para esses procedimentos para provarmos que também podemos realizá-los, afirmou Anderson.

^A447811EB76D2A435A547798D5C3E4DA99ECDD7D3CFD7BEC5B^pimgpsh_fullsize_distr

Deixe aqui seu Comentário

Comente abaixo! Extravase!! Liberte-se!!! Faz bem pra pele e pra alma!!!!

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...
Somos apaixonados pelo que fazemos e fazemos tudo por amor. Nosso compromisso é apenas com a verdade e com o que acreditamos e defendemos – a enfermagem estética é legítima, um direito e expressão de liberdade do enfermeiro, do enfermeiro esteta, do graduando de enfermagem e, principalmente, de toda a sociedade beneficiada com as informações aqui divulgadas e como caminho de beleza e auto-estima.

Deixe aqui seu Comentário