Segundo a Coordenadora da CTLN – Coren/SP, Cleide Mazuela Canavezi, o enfermeiro possui em sua formação, o conceito de assistência integral e holística, o que leva ao entendimento que a integralidade do atendimento contempla também a estética.

O Conselho afirma que é legítima a atuação de profissionais de enfermagem em atividades estéticas. Desde que capacitados, estes enfermeiros são registrados e reconhecidos como profissionais da área.

Segundo parecer n° 197/2014 publicado no site do Cofen, desde que o profissional de enfermagem busque a capacitação adequada na área da estética e esta seja ministrada em escolas devidamente aprovadas pelo MEC, não há, nenhum impedimento destes profissionais atuar nas áreas designadas de sua formação, seja estética, acupuntura e outras.

Antes desse parecer não havia a possibilidade de atuação na estética para esses profissionais. Hoje a procura por capacitação nesta área vem crescendo consideravelmente.

“O registro de especialidade não é obrigatório, portanto, o número que o Conselho Federal dispõe não remete a realidade. No entanto, podemos afirmar que houve um crescimento de abertura de novos Cursos de Especialização. O número total de enfermeiros no Brasil é de quatrocentos e quarenta mil”, diz Canavezi.

Deixe aqui seu Comentário

2 COMENTÁRIOS

  1. Eu vi que quem faz enfermagem pode atuar na área da estética só que tenho uma dúvida quem faz o técnico em estética pode trabalhar também ou só quem faz a faculdade na área da enfermagem?

Comente abaixo! Extravase!! Liberte-se!!! Faz bem pra pele e pra alma!!!!

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...
Somos apaixonados pelo que fazemos e fazemos tudo por amor. Nosso compromisso é apenas com a verdade e com o que acreditamos e defendemos – a enfermagem estética é legítima, um direito e expressão de liberdade do enfermeiro, do enfermeiro esteta, do graduando de enfermagem e, principalmente, de toda a sociedade beneficiada com as informações aqui divulgadas e como caminho de beleza e auto-estima.

Deixe aqui seu Comentário