Com a hashtag #PresençaTransforma, movimento “Presencial para ser legal” ganhou as redes sociais e pede por mudanças no ensino EAD.

A campanha “Presencial para ser legal”, liderada pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), continua gerando discussão e pressão contra o ensino da profissão à distância – EAD.

Atualmente o projeto de Lei segue em tramitação no Congresso Nacional, aguardando por um parecer favorável, ao mesmo tempo em que outros conselhos de classe, como o de Odontologia e Farmácia, endossaram novas regulamentações.

Nos últimos meses o Cofen vem pressionando as autoridades, através de manifestações via redes sociais e uma petição, que já conta com mais de 17 mil assinaturas.

A ideia é transformar as publicações em fóruns de discussões para o benefício daqueles que se dedicaram por tantos anos às aulas presenciais e que acreditam que esta seja a melhor forma de ensino.

cofen-contra-ead

Este momento também envolve os enfermeiros estetas, uma vez que a pós-graduação em Enfermagem Estética é 100% presencial e exige qualidade nos procedimentos.

É a partir daí que estes profissionais poderão alegar a responsabilidade e precisão na execução de técnicas. Afinal, como aprender injetáveis longe de um local preparado para tal procedimento?

Por que o Cofen é contra o ensino a distância?

No site da campanha – www.presencialparaserlegal.com.br – o Cofen expõe diversos motivos para ser contra a formação EAD.

Entre os principais motivos está garantir a segurança de pacientes e a falta de contato durante a formação acadêmica, essencial para o profissional que vai atuar com enfermagem, não é mesmo?

Outro grande problema mencionado é que haverá aumento de processos éticos e o egresso desses cursos será vítima de um processo falho, tanto quanto o paciente.

Todos contra o ensino EAD

Além do Cofen, o Conselho Federal de Farmácia (CFF) proibiu a inscrição e registro de alunos formados integralmente na modalidade EAD,

Outro conselho que está contra o ensino EAD é o Conselho Federal de Odontologia (CFO). Através da Resolução 197, de 29 de janeiro de 2019, ficou proibido a inscrição e o registro de alunos egressos nesta modalidade.

Enfermeiros, vamos nos unir. É assim que conseguiremos a atenção dos governantes e que levem em consideração nossos pedidos e anseios. Em breve deveremos ter novidades!

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Somos apaixonados pelo que fazemos e fazemos tudo por amor. Nosso compromisso é apenas com a verdade e com o que acreditamos e defendemos – a biomedicina estética é legítima, um direito do biomédico, do biomédico esteta, do graduando em biomedicina e, principalmente, de toda a sociedade beneficiada com as informações aqui divulgadas e como caminho de beleza e elevação da auto-estima.