As clínicas de estética representam um investimento em ascensão no mercado da beleza e estética no Brasil. A procura pelos serviços é muito grande, visto que hoje as pessoas buscam sempre ser a melhor versão de si mesmas e investem o que podem no seu bem-estar.

Tratamentos como limpeza de pele, peeling, drenagem linfática, depilação a laser, massagens, e tratamentos estéticos avançados com aparelhos específicos e variados são alguns dos serviços que podem ser encontrados em uma clínica de estética do enfermeiro dermatologista. Profissionais especializados e qualificados das mais variadas especialidades ligados à beleza e à estética fazem parte do negócio, como biomédicos estetas, farmacêuticos esteticistas, enfermeiros dermatologistas, fisioterapeutas dermato-funcionais, nutricionistas estéticos, esteticistas, entre outros.

O que manda a Lei ao montar uma clínica de estética?

Ao pensar em montar uma clínica de estética, a legislação exige um profissional graduado na área da saúde, especializado em pós-graduação reconhecida pelo MEC e habilitado pelo seu respectivo Conselho de Classe (no caso da enfermagem, cujo COFEN está prestes a aprovar Resolução, não se sabe ainda se o enfermeiro terá que ser especializado em dermatologia e ou em estética), para que assim, tal profissional da saúde possa responder sobre os procedimentos injetáveis e perfuro-cortantes, tais como: aplicação de lasers para depilação e rejuvenescimento, peelings superficiais, e quem sabe num breve futuro, a aplicação de botox, preenchimento e enzimas emagrecedoras?

Atualmente na estética, os únicos profissionais que podem realizar procedimentos perfurocortantes e injetáveis são os biomédicos estetas e médicos dermatologistas. Estas classes são as únicas autorizadas por meio de Resoluções e Pareces específicos dos seus respectivos Conselhos de Classe (CFBM e CFM). Os enfermeiros dermatologistas atualmente podem atuar nos cuidados da pele auxiliando médicos e biomédicos. Mas a intenção da iniciativa organizada dos enfermeiros especialistas em dermatologia representados pelo SOBENDE e a esperança de inúmeros enfermeiros e estudantes de enfermagem, é que seja reconhecida a responsabilidade técnica por estabelecimentos que realizam procedimentos perfurocortantes e injetáveis.

Outro cuidado muito importante ao ser tomado é quanto às normas da Vigilância Sanitária, que fiscaliza tudo que põe em risco à vida dos pacientes, como também se existem no local ambientes com potencial infeccioso. Portanto, os proprietários e responsáveis técnicos devem estar sempre atentos e informados quanto às normas da ANVISA no que se refere ao funcionamento de uma clínica de estética, como por exemplo, a RDC 50 em caso de haver procedimentos estéticos com o uso de injeções.

Controle de qualidade é fundamental para o sucesso do empreendimento

Um dos segredos do sucesso ao montar uma clínica de estética é quanto ao controle de qualidade dos serviços que a clínica oferece. Ela deve ser voltada para a qualidade total, em que os funcionários estejam envolvidos e conscientes de que devem desempenhar suas atividades da melhor forma possível, seja em vendas e no atendimento estético.

Serviços e produtos que uma clínica de estética deve oferecer

A parte burocrática para abrir uma clínica de estética envolve relatar, na hora do registro, as atividades principais que constituem o foco da empresa. Por isso, é muito importante que seja feito um bom Plano de Negócios.

Os serviços oferecidos por clínicas de estética de enfermeiros são basicamente tratamentos com limpeza de pele, emagrecimento com uso de ultrassom, aplicação de peelings superficiais, endermologia, uso de correntes, criolipólise, laser de baixa potência e LEDs para o rejuvenescimento da pele e regeneração mais rápida dos tecidos e massagens das mais diversas.

Diferença entre Clínicas de Estética e Centros de Estética

A diferença entre clínicas de estética e centros de estética é que a clínica deve ter um profissional da saúde como Responsável Técnico (RT) e com sua habilitação emitida pelo COREN da respectiva região do enfermeiro dermatologista. As clínicas de estética de enfermeiros que recebem licença para realizar procedimentos somente os procedimentos estéticos autorizados pelos CORENES.

Como anda o mercado para a Clínica de Estética?

A maior vantagem de montar uma clínica de estética é que o Brasil é considerado como um dos mercados que mais cresce. O negócio inclui técnicas modernas de estética que vêm obtendo resultados satisfatórios e que, por isso, a cada ano ganha mais credibilidade por parte dos pacientes.

Outra vantagem é você poder optar por abrir um negócio seu ou uma franquia de alguma clínica já estabilizada no mercado. O empresário/enfermeiro que optar por ela receberá um apoio gerencial que inclui desde as instalações até o sistema de marketing. Tudo é padronizado para que a franquia se mantenha no nível de qualidade desejado.

Público alvo

O público que procura os serviços de uma clínica de estética são na maioria mulheres, acima dos 25 anos de idade. São vaidosas e bem-sucedidas e buscam as vantagens de novas e modernas técnicas do setor de estética e beleza para se manterem sempre bonitas.

O que é necessário para a abertura da empresa?

O local deverá preencher algumas exigências para esse tipo de negócio, como altura mínima de 2 metros entre as divisórias, paredes claras e lisas, assim como o chão e lavatórios e banheiros femininos e masculinos independentes.

As dependências devem ser separadas para tratamentos femininos e masculinos. Cada sala de atendimento não pode possuir menos do que 10 m². O investimento inicial vai depender do porte do negócio que deseja montar e o retorno começa a chegar a partir de dois anos de funcionamento.

Se organize estude sobre o assunto e só coloque seus planos em ação quando estiver tudo sob controle e já possua um bom capital para o investimento inicial. Se quiser saber mais sobre como se preparar para entrar no negócio de estética você precisa se qualificar. Para tanto, acesse o site do Nepuga Pós-Graduação em Enfermagem Dermatológica e informe-se!

Fontes:

Sebrae

PARECER COFEN Nº 197, 26 DE SETEMBRO DE 2014

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Somos apaixonados pelo que fazemos e fazemos tudo por amor. Nosso compromisso é apenas com a verdade e com o que acreditamos e defendemos – a enfermagem estética é legítima, um direito e expressão de liberdade do enfermeiro, do enfermeiro esteta, do graduando de enfermagem e, principalmente, de toda a sociedade beneficiada com as informações aqui divulgadas e como caminho de beleza e auto-estima.