A pergunta que todo profissional graduado em Enfermagem que pretende iniciar sua especialização em Saúde Estética é a mesma. Com o certificado em mãos, ele recebe registro de especialista na área pelo seu Conselho Regional ou não?

Como já mostramos em reportagem anterior, o Conselho Regional de São Paulo já publicou documento favorável em agosto de 2015, o Parecer, nº 009/2015 contendo esclarecimentos referentes à questionamentos acerca da atuação do Enfermeiro na Saúde Estética e cosméticos.

Os procedimentos citados no documento consta a depilação com luz intensa pulsada ou com laser de alta potência, peeling facial com laser de alta potência, esclerose de microvarizes com laser de alta potência ou luz intensa pulsada, aplicação de botox, carboxiterapia, hidrolipoclasia e demais procedimentos estéticos invasivos.

Na próxima reportagem, revelaremos qual posicionamento dos 16 conselhos Regionais no País sobre este assunto.

Pós Enfermagem Estética

 

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Somos apaixonados pelo que fazemos e fazemos tudo por amor. Nosso compromisso é apenas com a verdade e com o que acreditamos e defendemos – a enfermagem estética é legítima, um direito e expressão de liberdade do enfermeiro, do enfermeiro esteta, do graduando de enfermagem e, principalmente, de toda a sociedade beneficiada com as informações aqui divulgadas e como caminho de beleza e auto-estima.