Com tantos casos envolvendo falsos médicos, médicos de instagram, silicone industrial e PMMA, certamente daria uma bela novela mexicana, não é mesmo?

Desta vez, uma denúncia anônima levou a polícia do Rio de Janeiro até Darley Marinho Ladaga, mulher trans, conhecida como Dani e agora, também conhecida por falsa médica.

mulher-trans-falsa-médica

Segundo a polícia, Dani foi presa minutos antes dela começar o procedimento estético em sua cliente, dentro de um motel do Rio de Janeiro. Pode isso minha gente? Chega a ser hilário!

Dani não tinha qualquer formação em medicina, as clientes iam até o motel para fazer a aplicação de silicone industrial nas nádegas! Já vimos casos de clientes ser submetidos a ir até ao apartamento do falso médico ou vice-versa, agora um motel?

Minha gente, chega a ser caso do programa do João kleber, não é mesmo? (risos)

joao-kleber

Dani prometia em suas redes sócias: “a solução para sua autoestima”

Nas redes sociais, Dani divulgava seus serviços e prometia aos seus clientes “a solução para sua autoestima”. A falsa médica aplicava silicone industrial em glúteos há mais de 3 anos. Dá para acreditar nisso?

falsa-medica falsa-medica-presa

A delegada Raissa Celles, conta que sua equipe chegou instantes antes de Dani começar um procedimento estético.

O próprio autor confessou não possuir qualquer formação em medicina. O material que seria utilizado seria o silicone industrial, cujo o uso é proibido no corpo humano. Afirmou a delegada.

Lembrando que, nós do blog, já falamos aqui que esse material é usado para limpeza de veículos, de vidros e não é permitido que seja injetado no corpo humano, sob pena de causar sérios danos à saúde.

Falsa médica confessa crime

Após ser presa em flagrante, nada mais tinha que ser feito, não é mesmo? Acho que a casa caiu para falsa médica.

Na delegacia, a mulher trans confessou o crime e explicou como fazia todo o procedimento e ainda declarou que finalizava as aplicações com esmalte e, até supercola.

silicone-industrial

Dani, vai responder por exercício ilegal da medicina e estelionato, porque enganava as clientes, ao dizer que aplicaria um produto autorizado pela anvisa nos procedimentos estéticos.

Mas calma, sabemos que a falsa médica vai pagar por isso, mas e as clientes que procuravam o serviço também estão erradas, a começar por não pesquisar onde estão “se metendo” e se submeterem a realizar o procedimento estético dentro de um MOTEL.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Somos apaixonados pelo que fazemos e fazemos tudo por amor. Nosso compromisso é apenas com a verdade e com o que acreditamos e defendemos – a biomedicina estética é legítima, um direito do biomédico, do biomédico esteta, do graduando em biomedicina e, principalmente, de toda a sociedade beneficiada com as informações aqui divulgadas e como caminho de beleza e elevação da auto-estima.