Universidade do Estado do Amazonas oferece atendimento gratuito para Diabéticos com a utilização da técnica de Ozonioterapia

As pessoas que têm pé diabético, calosidades nos pés e micoses nas unhas poderão realizar consulta gratuita para tratamento com ozonioterapia.

Com o agendamento prévio, durante o 3º Ciclo de Práticas Avançadas em Estomaterapia, que será realizado pelo curso de Especialização em Estomaterapia, Estomias, Feridas e Incontinência da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), os pacientes deverão procurar a universidade para agendarem a consulta.

O evento terá a participação da professora Suely Rodrigues Thuler, de São Paulo, uma das maiores especialistas da área, e de enfermeiros estomaterapeutas.

A estrutura do encontro conta com estações de avaliações clínicas, através da Ozonioterapia conforme critérios e indicações técnicas.

Enfermeiros autorizados a realizar tratamento de feridas com ozonioterapia

A ozonioterapia tem alto poder bactericida por ataque direto aos microorganismos com a oxidação do material biológico. Ao penetrar no organismo ele melhora a oxigenação e o metabolismo corporal. Quando é aplicado em baixas doses ele é capaz de estimular o sistema imunológico.

A câmara técnica de Atenção à Saúde do Conselho Federal de Enfermagem emitiu o parecer n°23/2015/CTAS/Cofen, datado de 16 de outubro de 2015 que se fundamenta inúmeros usos do ozônio medicinal e sua técnica chama de Ozonioterapia no tratamento de feridas (água, óleo ozonizado).

A técnica no tratamento de feridas é utilizada com o objetivo principal de reduzir a carga microbiana local, devido sua ação bactericida e fungicida, pois quando se alcança uma ferida limpa, reduz-se a concentração da mistura ozônio-oxigênio e prossegue-se a aplicação a fim a de otimizar o processo cicatricial.

São efeitos da ozonioterapia no tratamento de feridas: ação bactericida e bacteriostática, viricida e fungicida; aceleração da neoangiogênese; aumento do número médio de fibroblastos; aumento da capacidade de absorção do O2 por parte do eritrócito; estimula o sistema imunológico.

Ozonioterapia no tratamento de pés-diabéticos é de autonomia dos enfermeiros

Somente no Brasil, existem mais de 13 milhões de pessoas com esta doença, muitas delas acometidas por úlceras no pé, podendo levar à amputação dos membros acarretando acentuados prejuízos para o paciente.

A ozonioterapia apresenta-se como promissora e eficaz alternativa no tratamento dessas lesões, pois é bioxidativa (destrói por oxidação) com efeitos antimicrobianos, promovendo neoangiogênese (crescimento de novos vasos sanguíneos).

Causa, ainda, aumento local no número médio de fibroblastos (regeneração de tecidos), melhora a capacidade de transporte de oxigênio (O2) por parte dos eritrócitos (glóbulos vermelhos), além de estimular o sistema imunológico.

E então, gostaram de saber que os enfermeiros podem aplicar a técnica da ozonioterapia no tratamento de feridas? Então não deixem de ler “Enfermeiros são autorizados a realizar técnica de Hidrocolonterapia com ozônio“.

CURSO DE OZONIOTERAPIA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Somos apaixonados pelo que fazemos e fazemos tudo por amor. Nosso compromisso é apenas com a verdade e com o que acreditamos e defendemos – a biomedicina estética é legítima, um direito do biomédico, do biomédico esteta, do graduando em biomedicina e, principalmente, de toda a sociedade beneficiada com as informações aqui divulgadas e como caminho de beleza e elevação da auto-estima.