O imbróglio da suspensão da resolução 0529/2016, que dava autonomia para o enfermeiro atuar na estética, assim como reconhecimento dessa especialidade para a classe ainda não tem data definida para acabar.

Na última sexta-feira, dia 16 de agosto, o órgão respondeu a um e-mail do portal Enfermagem Estética para nos atualizar sobre a situação legal do enfermeiro que deseja atuar na estética.

Por força das decisões liminares proferidas nas ações judiciais n.ºs 0804210-12.2017.4.05.8400, 20776-45.2017.4.01.3400 e 20778-15.2017.4.01.3400, os efeitos da Resolução Cofen n.º 0529/2016 estão suspensos, encontrando-se o Cofen impedido de “editar nova norma que trate da atuação de Enfermeiros em cirurgia plástica, cirurgia vascular, dermatologia e estética”. Esclarece-se, adicionalmente, que o Cofen tem adotado, no âmbito das referidas demandas judiciais, todas as medidas consideradas cabíveis para a defesa da legalidade do ato normativo em comento e aguarda um posicionamento definitivo do judiciário sobre a questão.

Ou seja, aos enfermeiros que sempre questionam sobre a situação legislativa, informamos que por hora é possível trabalhar como enfermeiro esteta desde que você tenha um RT, responsável técnico.

Se você está cursando uma especialização em enfermagem estética, esse é o momento para que você faça amigos e firme parcerias. As turmas de pós-graduação em estética costumam ser multidisciplinares, ou seja, você aprende ao lado de biomédicas, farmacêuticas, dentistas.

Sua oportunidade de abertura de clínica e consultório ainda é real, desde que você trabalhe com parceiros enquanto a situação legislativa não se resolve.

Outra oportunidade é procurar vagas de trabalho em clínicas grandes, franquias, que já tenham seu RT, dessa forma o enfermeiro esteta poderá trabalhar normalmente.

Sabemos que a situação gera inúmeras inseguranças para o profissional enfermeiro, que deseja ter sua autonomia e liberdade profissional para atuar na estética.

Lembramos a todos que as decisões impostas pelo Conselho Federal de Medicina aos outros conselhos de Classe, como Biomedicina, Farmácia e até Odontologia, já foram derrubadas.

 

Deixe aqui seu Comentário

7 COMENTÁRIOS

  1. Que porcaria de Conselho desse que não resolve essa situação. Deve ter algo por trás disso…não é possível! Daqui a pouco outras categorias como Fisioterapia, estarão atuando tranquilamente com os minimamente invasivos e os ENFERMEIROS NÃO!!!!! O que vcs tem contra os enfermeiros???? Que atuam com procedimentos invasivos em âmbito hospitalar. Não chega aos pés da Atuação em Estética. Admiro a Biomedicina e Farmácia, que tem um conselho que brigam ao favor do profissional. Entraram com uma Liminar e estão atuando. Já já as Esteticistas que não tem nem Conselho, estarão fazendo também procedimentos minimamente invasivos. Aliás, já fazem por aí. Será que terei que cancelar o COREN e atuar com tranquilidade? Tem até micropigmentadores e muitos muitos capacitados, que muitos nem tem o segundo grau, e outra, estão fazendo microagulhamento, jato de plasma….E aí? Precisamos de reversão nessa situação.

    • Oi Caroline, como vai? Entendemos sua frustração, afinal, também sofremos com este impedimento. É pensando justamente nos profissionais que nós sempre estamos em contato com o Cofen, cobrando posicionamento e pedindo explicações. Precisamos nos manter unidos, nossa classe é forte e juntos vamos conseguir!

  2. Só gostaria de saber como conselhos da área de biomedicina, farmácia e odontologia estão a nos luz em relação ao nosso na questão da estética??? Por que eles conseguiram e o COFEn não????
    Agora, a classe aguarda por uma nova definição. Segundo o Cofen, para que o pleito ganhe força, é fundamental que cada conselho regional da área entre com uma resolução própria.

    “Agora, a classe aguarda por uma nova definição. Segundo o Cofen, para que o pleito ganhe força, é fundamental que cada conselho regional da área entre com uma resolução própria.

    Até o começo deste ano, entretanto, apenas o Distrito Federal e o Rio Grande do Norte haviam seguido a orientação.” (https://enfermagemestetica.com.br/enfermagem-estetica-atual-situacao/7 de junho de 2019)

    Por aí dá pra ver o nível de interesse dos conselhos regionais. Não vamos pra frente nunca …. e continuamos calados…;(

  3. O Conselho precisa mudar sua postura quanto a atuação do enfermeiro em diversas áreas! P hoje e reflexo do ontem e de uma postura retrograda e permissiva de anos! Quando conseguimos conquistar mercado e respeito vem o conselho e limita a atuação do enfermeiro!
    A exemplo sao as terapias alternativas como: fitoterapia, os florais, naturopatia, homeopatia e nutricosméticos!
    Onde nosso conselho normatiza que devemos seguir protocolos institucionais, ou seja, prescritos por médicos ou somos curandeiros prescrevendo infusões e emplastos!
    Como podemos ser profissionais liberais assim? Sempre subordinados a alguém! Biólogos, fisioterapeutas, farmacêuticos, dentistas todos podem prescrever , menos o enfermeiro! Pergunto: eles tiveram uma formação diferente de nos? Tiveram mais farmacologia que nos?
    Na estetica os médicos nunca quiseram esta parte por ser braçal! Ai veio a fisioterapia e conquistou o mercado e regulamentou logo… garantindo sua fatia!
    A enfermagem veio em seguida… como não tinha nd regulamentado.. foi ficando! E depois chegaram os outros profissionais! E enfim o conselho regulamentou depois de anis de atuação do enf e muita briga… pq ate onde acompanhei o conselho nao queria autorizar os procedimentos com agulhas! Ou seja, quase nos tornamos novamente espectadores e profissionais limitados a trab que um esteticista faz!
    Agora os médicos querem a fatia do bolo, que mais cresce a cada ano $$$! Ou ser dono e ditador do negocio e colocar os outros pra trabalhar pra eles!
    Precisamos mudar esta postura submissa! Temos formação e competência suficiente pra termos mais autonomia, avaliarmos e prescrevermos dentro destas áreas de atuação, como os demais profissionais! Precisamos ser mais ágeis pra garantir nossa autonomia e fatia no mercado profissional sem milindres!

  4. Muito estranho. Não tem lógica. Exemplo até na ozoniterrapia o enfermeiro só pode atuar na área de feridas. E Fisioterapeutas conquistaram a liberdade para até mesmo injetável e estético. Não consigo entender, como nosso conselho está agindo para não conseguir a liberação. Se já trabalhamos com agulhas em nosso dia a dia. Temos conhecimento e por que somos barrados enquanto outros conseguem a liberdade. Fora de lógica. Pagamos caro e muito para termos um conselho eficiente. Mas a cada dia nos proporciona desânimo e falta de credibilidade.

Comente abaixo! Extravase!! Liberte-se!!! Faz bem pra pele e pra alma!!!!

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...
Somos apaixonados pelo que fazemos e fazemos tudo por amor. Nosso compromisso é apenas com a verdade e com o que acreditamos e defendemos – a biomedicina estética é legítima, um direito do biomédico, do biomédico esteta, do graduando em biomedicina e, principalmente, de toda a sociedade beneficiada com as informações aqui divulgadas e como caminho de beleza e elevação da auto-estima.

Deixe aqui seu Comentário