Entidades médicas desistem de ação que proibia o uso de toxina botulínica por cirurgião-dentista

O site do Conselho Federal de Odontologia divulgou ontem que o processo que ia contra o Conselho Federal de Odontologia (CFO) pela regulamentação do uso da toxina botulínica por cirurgiões-dentistas chegou ao fim. A ação era movida por três entidades médicas, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SDB), Sociedade Brasileira de Cirurgias Plásticas (SBCP) e Associação […]
Entidades médicas desistem de ação que proibia o uso de toxina botulínica por cirurgião-dentista
O site do Conselho Federal de Odontologia divulgou ontem que o processo que ia contra o Conselho Federal de Odontologia (CFO) pela regulamentação do uso da toxina botulínica por cirurgiões-dentistas chegou ao fim. A ação era movida por três entidades médicas, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SDB), Sociedade Brasileira de Cirurgias Plásticas (SBCP) e Associação Médica Brasileira (AMB), que desistiram do processo. De acordo com o site do CFO, a disputa judicial chegou ao fim graças ao diálogo e ao bom relacionamento entre o CFO e o CFM (Conselho Federal de Medicina).

Resolução que regulamenta o uso da toxina botulínica por cirurgiões-dentistas foi aprovada em setembro de 2016

O Plenário do CFO regulamentou o uso pelos CDs da toxina botulínica e dos preenchedores faciais por meio da Resolução CFO 176/2016, de 6 de setembro de 2016. O Conselho Federal de Medicina (CFM) não se opôs à regulamentação, mas a SBCP, SBD e AMB entraram com a ação contra o CFO, que foi agora extinta a pedido das próprias entidades. FONTE: CFO tba-basico-728x90

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2013-2021. Portal da Enfermagem Estética.